Um desejo chamado 3×0…
Na próxima semana o Brasil estará ligado no resultado e placar de um julgamento no TRF 4 de Porto Alegre. Seria mais um dia como outro qualquer, não fosse a presença entre os corruptos condenados e apelantes do ilustre, popular e sacrossanto Jararaca, herói de
Um roteiro no fim do mundo
Passar dias batendo perna pela Patagônia chilena é um programa fora da normalidade, mas são esses os fortes candidatos a povoarem de boas lembranças as suas memórias futuras. Afinal de contas, nada mais corriqueiro que virar o ano em algum ponto do litoral brasileiro. Então,
Um ano de incertezas, o ano da verdade
O Brasil chega capegando ao último ano do que foi provavelmente o pior quadriênio de sua história, iniciado em 2015 com o segundo mandato da mais inepta, autora da tempestade perfeita que a expurgou do cargo em meados do ano passado, em um penoso processo
O Reino das Sete Irmãs
Se você for a Londres com tempo suficiente e deseja sair um pouco do circuito de museus, parques, castelos, pubs, lojas e topar uma caminhada ao ar livre, uma boa pedida: o parque das Sete Irmãs, falésias gigantescas localizadas na cidade de Seaford, a duas
Uma proposta para o Campeonato Brasileiro
O modorrento campeonato brasileiro chega ao seu final nesse Domingo, com algumas parcas emoções restritas à disputa por vagas na pré-Libertadores, Sulamericana e fuga do rebaixamento. Na parte de cima da tabela, como de praxe, tudo foi resolvido com antecedência. Via de regra tem sido
‘TODO MUNDO MENTE’
Você acredita no que as pessoas dizem? Acha que pesquisas sobre qualquer assunto refletem a realidade, desde que a sua amostra seja estatisticamente relevante? É melhor rever os seus conceitos. Com a advento da Internet, do google e da digitalização do mundo, passou a ser
Vamos falar de racismo à brasileira?
Falar de racismo sem nunca ter sentido o preconceito contra si é como descrever lugares por onde você nunca andou. É até possível fazê-lo com base em estudo e observação, mas faltará o sentimento de quem vivenciou a experiência. A dor do preconceito somente pode
Quando em seu país…
Quando em seu país…cinco meses do que você ganha são utilizados para pagamentos de impostos diversos, alimentando a estrutura gigantesca de um estado que oferece quase nada em contrapartida, além da produção em escala industrial de escândalos de corrupção… Quando em seu país…educação e saúde
Quem vai cuidar dos feios(as)?
As minorias tradicionais estão bem representadas no mundo de hoje. Não falta defesa para a causa afro, LGBT, pessoas com deficiência. Nem menciono as mulheres, que são maioria. As empresas organizam grupos de trabalho que empunham a bandeira da igualdade de oportunidades, ONGs são bastante
1 2 3 27

Send this to friend