Papai Noel cancelado?

Nesse Natal, Papai Noel virá sem barba, símbolo de uma masculinidade opressora que pode ofender os homens com pouco ou nenhum pêlo no rosto.

Também não poderá usar vermelho, uma afronta aos comunistas, que adotaram a cor há décadas e sentem-se ofendidos que uma tradição cristã com alguma conotação consumista, e portanto capitalista, se aproprie de um dos seus símbolos.É ofensivo.

Será proibido que o velhinho apareça com suas auxiliares, às vezes chamadas de Mamãe Noel, porque isso seria um endosso à sociedade patriarcal.

Serão excluídas todas as peças publicitárias que vinculem as renas ao Papai Noel, por fazerem alusão ao mau trato de animais.

Os presentes dados às crianças em uma mesma casa precisam ser rigorosamente iguais para que desde cedo elas aprendam os princípios de equidade e não fiquem chateadas.

Também não teremos ‘chester’ ou ‘tender’, a menos que alguém convença que o espírito natalino beneficia perus e porcos. Acho difícil, somente um excelente vendedor de ilusões para fazê-lo.

Pensando bem, já que estamos em fase de cancelamento geral, vamos cancelar o Natal. Assim concedemos um sabático aos papais noéis, via de regra idosos e obesos, do grupo de risco da pandemia, que estariam muito expostos em festas familiares sem máscara.

Seria a coroação com chave de ouro do ano mais chato da história recente da humanidade.

2 Comments
0

2 Comentários

  1. Avatar

    Gui

    4 de outubro de 2020 em 10:50

    Muito bom!
    Sem falar a exploração de trabalho escravo de minorias oprimidas (AKA “duendes”)

  2. Avatar

    sonia pedrosa

    8 de outubro de 2020 em 08:58

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk muito bom, Victor!
    Esse mundo tá muito chato, mesmo, viu?!
    Grande abraço!
    sonia.

Deixe uma resposta

Send this to a friend