O Trio Melajato

Enquanto a pelegada exercia o seu autoritariamo ao imobilizar a população, incendiando pneus, ônibus e bloqueando estradas, Gilmar Mendes dava início ao que podemos chamar de Operação Melajato, liberando Eike Batista de sua prisão preventiva.

Cabe o lamentável destaque de que sua mulher trabalha no renomado escritório de Sérgio Bermudez, responsável pela defesa de Eike em causas cíveis. Fosse um juiz honrado, Gilmar se daria por impedido. Mas essa vergonha ele já perdeu. Na próxima terça-feira, o guerreiro do povo brasileiro, José Dirceu, será libertado pelo trio Melajato. Não se iludam quanto ao seu objetivo: soltar quem puder. A politicalha enxerga neles a renovação da esperança na impunidade. Quem pensou que o status quo se renderia facilmente?

É bem verdade que José Dirceu dará um ‘até logo’ aos carcereiros ao sair da prisão na semana que vem. Após sua condenação ser julgada em segunda instância, o que deve ocorrer em breve, retomará sua carreira como bibliotecário do xilindró. Mas será que o trio teria essa coragem? Afinal, o guerreiro recebia propina enquanto ainda estava preso pelo Mensalão, é reincidente. Sua soltura seria um tapa na cara do Brasil. Preparemo-nos, sem oferecer a outra face.

 

A efetividade da Lavajato dependerá muito do grau de predominância da segunda turma do STF, onde o trio está instalado, sobre o plenário. Quanto mais as decisões forem deliberadas por lá, pior para o Brasil, pois nela o 3×2 pró-corruptos está garantido.

Dias difíceis esses que vivemos nos trópicos. As barbaridades surgem aos borbotões, o cotidiano não nos oferece nenhuma trégua. Quem será o personagem da próxima semana? Os potenciais delatores Renato Duque ou Antonio Palloci? O neo defensor dos trabalhadores e multi indiciado Renan Calheiros? A alma mais honesta do Brasil, sua santidade Jararaca? Alguém entre as dezenas de políticos implicados na Lavajato? Algum dos deuses do STF?

Não faltam candidatos. Falta paciência e sobra ansiedade: quando é que vamos sair dessa draga?

2 Comments
0

2 Comentários

  1. Avatar

    sonia pedrosa

    29 de abril de 2017 em 13:38

    três canalhas! Mas confio na justiça divina! Dessa, eles não escapam!

  2. Avatar

    Leo Leone Jr

    30 de abril de 2017 em 23:01

    Esta turma é a maior prova que a mais alta corte brasileira jamais poderia ter seus membros indicados politicamente. Afinal será que por competência não conseguiríamos ninguém???

Deixe uma resposta

Send this to a friend