Desrespeito: vergonha nossa
Nessa imensidade de listas de WhatsApp das quais todos fazem parte, é improvável não ter recebido o vídeo viralizado nos últimos dias, onde um grupo de torcedores brasileiros ridiculariza uma russa, que sem falar uma palavra em português, é incentivada entoar um coro com referências
Minhas Copas: 1994
O ano de 1994 foi intenso para o Brasil. Em Fevereiro, começava o Plano Real, com a adoção da URV, então equivalente a Cr$2.750,00. Em junho, a nova moeda, que temos até hoje, era implantada. Depois de décadas de tentativas em vão, o dragão da
Minhas Copas: 1990
A Copa de 90, na Itália, tinha tudo para ser boa, mas foi péssima. Sem sombra de dúvidas, a de pior nível técnico da história, com uma média de apenas 2.21 gols por jogo, a mais baixa até hoje. Não bastasse, o Brasil fez a
Minhas Copas: 1986
Em julho de 1986 o Brasil vivia a ilusão do plano Cruzado, implantado em Fevereiro do mesmo ano e que se valia do amplo congelamento de preços para debelar a inflação, que de fato ocorreu por um período de 8 meses. No curto prazo, alçou
Minhas Copas: 1982
A Copa de 82, na Espanha, me oferece lembranças muito vivas. O esquadrão comandado por Telê Santana era um primor de técnica e plasticidade. Só fazia golaço. Waldir Peres, Leandro, Oscar, Luisinho e Junior, Falcão, Cerezo, Zico e Sócrates, Serginho e Éder. Parte da imprensa
Minhas Copas: 1978
Desde que me entendo por gente, utilizo as Copas do Mundo para fazer uma espécie de retrospectiva da vida: como e onde estava na época, o que se passava ao meu redor e quais as lembranças que o torneio me desperta. Em quatro anos, muita
A greve dos caminhoneiros escancarou alguns problemas crônicos brasileiros, infelizmente sem solução à vista. Primeiramente, qualquer cidadão tem direito a se manifestar. Sob esse aspecto, é legítimo fazer uma greve. O que não pode ocorrer é uma categoria ou grupo de pessoas privar outros indivíduos
A trinca de ‘Reis’…em cana
Em 2002, ao nascer do sol da era petista, o trio Lula, Dirceu e Palocci comandava o Brasil. O primeiro como seu único presidente oriundo da classe operária, um resiliente candidato até então acostumado à derrotas e que julgava-se predestinado a mudar o país. O
O Brasil e o desperdício de tudo
Água, energia e alimento. Pode-se dizer que os três constituem o tripé da sobrevivência humana. O Brasil, agraciado pela natureza, os possui em abundância. E como se fizesse descaso de seu privilégio, os desperdiça como nenhuma outra nação. Temos 12% das reservas de água potável
1 2 3 4 5 6 33

Send this to a friend