Categoria:

Memórias

Minhas Copas: 1998
Em 1997 is tigres asiáticos se transformaram em gatinhos e no ano seguinte a crise na Rússia se alastrou e quase colocou o plano Real a pique. O governo segurou a moeda sobrevalorizada até as eleições, quando FHC se reelegeu no primeiro turno. Iniciava-se o
Minhas Copas: 1994
O ano de 1994 foi intenso para o Brasil. Em Fevereiro, começava o Plano Real, com a adoção da URV, então equivalente a Cr$2.750,00. Em junho, a nova moeda, que temos até hoje, era implantada. Depois de décadas de tentativas em vão, o dragão da
Minhas Copas: 1990
A Copa de 90, na Itália, tinha tudo para ser boa, mas foi péssima. Sem sombra de dúvidas, a de pior nível técnico da história, com uma média de apenas 2.21 gols por jogo, a mais baixa até hoje. Não bastasse, o Brasil fez a
Minhas Copas: 1986
Em julho de 1986 o Brasil vivia a ilusão do plano Cruzado, implantado em Fevereiro do mesmo ano e que se valia do amplo congelamento de preços para debelar a inflação, que de fato ocorreu por um período de 8 meses. No curto prazo, alçou
Minhas Copas: 1982
A Copa de 82, na Espanha, me oferece lembranças muito vivas. O esquadrão comandado por Telê Santana era um primor de técnica e plasticidade. Só fazia golaço. Waldir Peres, Leandro, Oscar, Luisinho e Junior, Falcão, Cerezo, Zico e Sócrates, Serginho e Éder. Parte da imprensa
Minhas Copas: 1978
Desde que me entendo por gente, utilizo as Copas do Mundo para fazer uma espécie de retrospectiva da vida: como e onde estava na época, o que se passava ao meu redor e quais as lembranças que o torneio me desperta. Em quatro anos, muita
O dia da saudade
Você só descobre mesmo o que é saudade quando se dá conta que é simplesmente impossível acabar com ela. ‘ Saudade (substantivo): lembrança grata de pessoa ausente ou de alguma coisa de que alguém se vê privado’ O substantivo saudade só existe na língua portuguesa.
‘ Quero te mostrar a vida dos pobres’
‘ Vamos ao jogo?’ ‘ Ôpa, claro que sim!’, respondi ao meu avô materno, de quem herdei a torcida pelo Vascão. Acho que nunca neguei um convite desses, fosse do meu avô ou do meu pai. Hoje menos, mas há 35 anos que frequento estádios
Uma falha no computador…
  Quarta-feira, fim de tarde. Tempo bom na capital paulista, indicativo de que a ponte aérea para a cidade maravilhosa  passaria sem sobressaltos. Eu me dirigia ao aerporto de Congonhas com uma certa alegria, pelo fato de despir-me por algumas horas das mais variadas preocupações
1 2

Send this to a friend