A imagem da semana 15-22Jan: Um avião no mar

A imagem da semana não será algo relacionado à posse do Sapão alaranjado fanfarrão. Presidentes o fazem a cada quatro anos e os rituais de inauguração são sempre os mesmos. Seria chover no molhado.

Voltemos ao temas provincianos aqui de Bovinolândia. Não é sempre que ministros do STF morrem em um acidente de avião, ainda mais quando a vítima é o homem encarregado de relatar o maior esquema de corrupção da história do planeta. Sim, não é figura de linguagem referir-se dessa maneira à roubalheira insana entranhada em nossa cultura e às propinas nababescas do caso.

Teria sido uma infeliz coincidência que o ministro Teori, em férias, escolhesse passar o final de semana em Paraty, na casa de um amigo empresário, onde de antemão sabia-se que choveria o dilúvio típico de verão naquelas bandas? Um tedioso final de semana cinzento, levado a cabo por um jatinho voando em condições climáticas desfavoráveis?

Um grande azar. Logo o piloto será culpado pela manobra arriscada ou pela falta de perícia. E a fumaça branca saindo do avião, vista por um barqueiro antes que a aeronave colidisse com o mar? E os 1.800 acessos às fotos do avião em site especializado na web a partir de 4 de janeiro? Perguntas que ficarão sem resposta e suscitarão a imaginação dos seguidores das teorias conspiratórias.

Mas e você, cético, colocaria a mão no fogo pela simples fatalidade? Confia nos personagens de nossa cleptorepública a ponto de afastar qualquer outra alternativa?

O Brasil não inspira confiança.

E agora, como fica?

Logo saberemos. Dependendo de quem herdará a relatoria da Lavajato e dos desdobramentos do processo, as teorias conspiratórias ganharão ou perderão intensidade.

Se o novo relator for um Lewandosky, Toffoli, Marco Aurelio, Gilmar Mendes ou Rosa Weber, melhor colocarmos as barbas de molho e velar a Lavajato. Por outro lado, se a tivermos nas mãos de um Fachin, Fux, Celso de Melo, Barroso ou Carmen, podemos confiar que o jogo seguirá.

Com a palavra, Carmen Lúcia.

Ps* A tarefa na qual Teorí estava imbuído era tão gigantesca, que a tragédia a sobrepôs ao fato de que cinco vidas se foram em uma fatalidade (?), evento anti-natural e que deixará um grande vazio entre familiares e amigos. Que todos tenha força e fé nesse momento difícil.

0 Comments
0

Deixe uma resposta

Send this to friend