E agora, companheira?

No começo, ela se intitulava a mais honesta, baluarte da ética, sobre quem não pairava nenhuma suspeita.

Quando a lama bateu nas pernas, apelou para o velho chavão lulista: ‘eu não sabia de nada’. A criatividade desse povo está concentrada no ex-mago e hoje presidiário João Santana.

A lama sobe um pouco mais, agora na altura da cintura: ‘ eu não autorizei nada!’. Quando chegou no pescoço, fazendo às vezes de areia movediça, nossa diva sai pela tangente: ‘ o caixa dois é responsabilidade do PT, não minha’. Ela colocou a culpa no PT!!!

Hoje, foi confirmado que a DCO Informática, com sede nesse casebre da foto, recebeu R$ 4.8 milhões da campanha de Dilma por serviços prestados em quatro dias ao longo de 2014. Eis uma parte ínfima do dinheiro roubado da Petrobrás. E agora, companheira? Qual a desculpa esfarrapada da hora?

Que Agosto passe logo e essa senhora deixe a solidão do Palácio do Alvorada e passe a ser tratada como uma personagem comum na República de Curitiba.

 

0 Comments
0

Deixe uma resposta

Send this to friend